Benefícios de andar de bicicleta #1

319033_494707333887246_1549837419_n

Talvez um dos maiores motivos para o uso da bicicleta como meio de transporte é a poupança que pode representar nos bolsos de cada um.

Mas afinal quanto se poupa? Já alguém pensou nisso?

Bem para já comecemos por pensar quanto custa ter um carro (mensalmente). Foi feito um estudo em 2009 em que se estimava ao fim de 10 anos o custo de um carro era semelhante ao custo de uma casa, podem ler a reportagem feita pelo Expresso a respeito desse exercício aqui (apesar de ter encontrado algumas referências a este estudo não o consegui encontrar).

Como é óbvio isto depende de inúmeros factores: o tipo de carro, o combustível que usa, o tipo de seguro, as viagens que faz (nº e distância), entre muitos outros e até da sorte! Mas pensemos num caso mais geral, a Citizeen que é uma empresa de car-sharing no Porto fez uma aproximação ao custo mensal de ter um carro que considera:

  • A desvalorização da viatura;
  • O consumo de combustível;
  • O custo associado a portagens, parques de estacionamento e afins;
  • A manutenção;
  • O seguro;
  • E o Imposto Único de Circulação.

E chegou à conclusão que a mensalidade de um carro pode chegar facilmente aos 250€/300€. Claro que isto é um estudo de uma empresa de carsharing e podem dizer-me que poderá ser tendencioso mas então consideremos todos os pontos que eles consideram e façamos as nossas próprias contas. Com certeza que concordam que um carro não fica abaixo dos 150€ por mês.

É certo que deixar de ter carro pode não ser opção, porque fazemos muito mais viagens do que as casa-trabalho, mas tendo em conta que a muitas das famílias têm mais de um carro em casa, a mudança de hábitos pode significar a redução do número de carros nas famílias.

Mas mesmo que não exista a redução do número de veículos pensemos nos custos que podemos diminuir se usarmos mais a bicicleta e menos o carro: gasolina, manutenção, parques de estacionamento e uma menor desvalorização do veículo.

Claro que ainda podíamos falar aqui dos custos associados ao ginásio, e consequentemente dos custos associados à saúde mas deixemos isso para outro parágrafo do “Benefícios de andar de bicicleta”.

(Podem também ler o post sobre uma das 60 ideias de sobreviver a 2013 já publicado aqui no blog e onde se apontam poupanças na ordem dos 400€ mensais)